terça-feira, agosto 05, 2008

 

Destaque

Tourém e Vilar de Perdizes:
duas aldeias unidas pelo signo do contrabando

O contrabando contribuiu durante largos séculos para o desenvolvimento económico da aldeia fronteiriça de Barroso. Duas das melhores aldeias do concelho, Vilar de Perdizes e Tourém, devem justamente essa prosperidade relativa a esta actividade. Isso mostra como o contrabando é fomentador de desenvolvimento e que, se calhar, em vez de reprimido, devia ser incentivado, mesmo hoje, em tempo de fronteiras abertas. E, se calhar, em vez de as pessoas andarem a brincar aos contrabandistas, deviam antes exercer o contrabando.
Pois bem, duas aldeias, fazendo jus à fama, vão recriar a actividade do contrabando.
O passado e o presente nos carreiros do contrabando em Vilar de Perdizes
Dia 9 de Agosto a aldeia de Vilar de Perdizes vive uma jornada que invoca uma das mais memoráveis práticas do passado: o contrabando. Esta iniciativa, sob o lema "O passado e o presente nos carreiros do contrabando", vai ser organizada pela Associação de Defesa do Património de Vilar de Perdizes e contará com o apoio do Ecomuseu de Barroso, Junta de Freguesia, do Padre Fontes e da Rádio Montalegre.
Esta actividade servirá também para tentar desanuviar o clima de tensão que se vive entre o Presidente da Câmara e a aldeia, por o Ministério da Educação decretar o fecho da escola e o Presidente vir a terreiro declarar-se inequivocamente contra o povo e a favor do Ministério. O Presidente da Junta que, com o seu silêncio, tomou partido a favor da Câmara e contra o povo, procurará também tirar dividendos do encontro como se o honrado povo fosse de memória curta ou se vendesse por "dez vinténs de mel coado".
Esta iniciativa surge pouco depois de o Município ter inaugurado a Rota do Contrabando de Vilar de Perdizes. Para participar é preciso pagar 5 euros.
Noite de Contrabando em Tourém
Também em Tourém, uma das mais bem conservadas aldeias do Concelho e como Vilar, terra ligada ao contrabando (e também terra onde a escola vai fechar), a sua Junta de Freguesia, com o apoio do Ecomuseu de Barroso e da Rádio Montalegre, vai organizar a "Noite de Contrabando". Será no dia 11 à noite e diz-se que terá encenação surpreendente.
A viagem por este imaginário inicia-se, pelas 20 horas, no coração da aldeia, mais concretamente no Largo do Cruzeiro. Acto contínuo, dá-se a saída dos "contrabandistas" que vão fazer um périplo mítico por aquela aldeia fronteiriça: passagem pelo marco 100, visita à aldeia galega de Randín e, por fim, convívio no centro da aldeia.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?


Locations of visitors to this page Ponte Misarela