quinta-feira, julho 17, 2008

 

Destaque

Há Fome e Miséria em Montalegre

Triste sina a de um Povo que tem uma Câmara destas.
Em 30/04/2008, sexta feira, os serviços de acção social da Câmara foram informados que na localidade de Covêlo do Gerês existia uma família, constituída por pais e três filhos menores, em situação de vulnerabilidade económica, tendo constatado que, durante os fins de semana as três crianças estavam a ser mal alimentadas (apenas comiam batatas que lhe tinham sido oferecidas).
É do conhecimento pessoal de responsáveis da Câmara a situação social daquela família e, aquelas três crianças têm a decorrer um Processo de Promoção e Protecção no Tribunal de Montalegre, exactamente por negligência parental. Por indicação já do tribunal, esta família deveria pedir o RSI, na Segurança Social não o tendo feito até à altura.
Com data de 10/05/2008 (dois fins de semana depois), um estabelecimento comercial de Covêlo do Gerês emitiu um recibo processado por computador no valor de 53,35 euros (10.695$71), com o seguinte: 1 frango, 1 embalagem de ovos, 6 litros de leite meio gordo, 2 de arroz, 4 de cotovelos, 1 de congelados (peixe), 1 planta, 2 de óleo, 1 de azeite, 4 de iogurtes, 1 de congelados (carne) e 40 pães.
A fome está naquela família e verifica-se que não há gente no terreno para tomar conhecimento e prevenir outros casos.
A exclusão e a miséria levam à fome, mas o pior que pode acontecer a este Povo é ter uma Câmara que não tem uma politica de apoio social condigna, que julga que matando a fome durante um dia e ficando à espera que a família peça e receba o RSI, resolve os problemas de quem nada tem, a começar pela estabilidade psicológica, social e responsabilidade familiar.
Quatro iogurtes e seis litros de leite, desaparecem enquanto o diabo esfrega um olho, em famílias desta dimensão remediadas ou até abastadas sem passarem privações, quanto mais numa que aos fins de semana só tem batatas porque lhas deram.
E os outros dias?
Com tanta irresponsabilidade e negligencia, quem assegura que as crianças vão ter acesso prioritário aos alimentos?
Quanto tempo dura a carne, o peixe, o óleo, o arroz, a massa e o azeite?
Resolveu-se o problema de um fim de semana, tarde apesar de tudo. O que é que se fez nos restantes dias da semana e nos restantes fins de semana?
Quem se preocupa em saber o que vai por essas aldeias e vilas do concelho? A distribuição de bens alimentares é privilégio dos anos eleitorais?
Não se sabe se os responsáveis pelos destinos deste Povo podem dormir descansados e de consciência tranquila. Esperemos que despertem.
Não se quer que a Câmara mantenha vadios, calaceiros ou marginais. Apenas se exige que as crianças desta terra possam viver mais felizes e sem privações. Que se encontrem soluções para que os chefes de família possam exercer as suas responsabilidades como pais. Não se dê o peixe, dê-se condições para pescar.
Apesar de tudo, uma mudança de pneus do BMW da Câmara que o Presidente utiliza (2063.78 euros), daria para alimentar esta família durante uma grande parte do ano.
Os 50.000,00 euros de azulejos pintados à mão que a Câmara mandou colocar no multiusos, eram mais bem empregues em benefícios sociais às famílias carenciadas.
Os 21.808,50 euros que pagou pelas duas câmaras de videovigilância que colocou na rotunda da Corujeira e na da saída para Meixedo, fariam a felicidade de muitas crianças e jovens.
O apoio que dá às colectividades e associações é um bom principio, mas deveria ter regras bem definidas e não apenas servir para as manter caladas ou do seu lado politico.
O cartaz de campanha eleitoral do Presidente da Câmara dizia: "Este é dos nossos". Quem teve esta infeliz ideia ou já está arrependido, ou é da família, ou ainda é dos poucos que o servem para se manterem à mesa do poder.
Os Barrosões não são assim. São solidários.
Haja vergonha. O dinheiro da Câmara é para servir o Povo nestas e noutras coisas e não para mediocridades supérfluas ou vaidades individuais.
Um caso destes nunca deveria acontecer nesta terra. Esperemos que não haja outros tão ou mais dramáticos e que se tal acontecer quando a informação chegar não seja tarde demais.
(PSD Montalegre)

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?


Locations of visitors to this page Ponte Misarela