terça-feira, julho 22, 2008

 

1) VI Encontro de Idosos de Montalegre
A tarde do passado domingo, dia 13, foi aproveitada pela Junta de Freguesia de Montalegre para a tradicional realização do Encontro de Idosos de Montalegre, evento que já vai na 6ª edição. Este ano a organização contou com o apoio incansável dos escuteiros locais.
Como também é habitual o local escolhido para este encontro foi o parque do Cavado. Antes das várias actividades lúdicas, os idosos escutaram uma missa campal celebrada pelo pároco da vila, o P.e Vítor, que realçou a importância do evento, caso raro no nosso concelho.
De seguida, e enquanto se foi preparando a mesa, o caldo verde foi fervendo na lareira improvisada no local, enquanto as febras iam assando no grelhador. Já passava das 16 horas quando foi servido o lanche convívio, temperado com muita animação de gente mais nova, com música ao vivo com acordeões e desgarrada. Uma tarde bem passada pelos perto de 150 idosos presentes e que promete regressar para o ano.

2) Novo banco em Montalegre
Pouco depois da Caixa de Crédito Agrícola ter mudado de instalações para a Avenida, frente aos CTT e Repartição de Finanças, um lugar mais airoso e onde não passa despercebida a quem passa (ao contrário do antigo balcão), a instituição bancária BPI abriu de raiz um balcão em Montalegre. Situado na Rua General Humberto Delgado, em lugar central e vistoso, perto da Câmara e da Biblioteca, figura no lote dos quase 700 existentes por todo o país.
O balcão dá emprego a quatro colaboradores, todos naturais do concelho, uma aposta, sublinhou Rui Correia, «que deve ser encarada como um factor de confiança para a credibilidade do negócio» e que só por si, numa terra onde carece a oferta e criação de emprego, é merecedor dos maiores elogios.
Foi um investimento significativo que prova a atractividade do município como terra de elevados depósitos bancários, em grande parte fruto das poupanças dos emigrantes, e onde, felizmente, as pessoas têm hábitos de poupança. Naturalmente que as instituições bancárias estão interessadas em captar e rentabilizar esses depósitos.
Quem tem também a ganhar com o aumento da oferta e com a melhoria das instalações, no caso da Caixa Agrícola, são os Barrosões. O aumento da concorrência se não traz aumento das rentabilidades das taxas de juro poupança, traz pelo menos melhorias na prestação de serviços.

3) Centro Escolar de Montalegre
O futuro Centro Escolar de Montalegre foi recen-temente aprovado pelo Governo numa sessão no Porto. A obra está enquadrada no QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional), e terá um financiamento significativo de uma estrutura avaliada em cerca de dois milhões e meio de euros.
O Centro Escolar EB1/JI de Montalegre disporá dos seguintes espaços: 12 salas de aula para EB1; 6 salas de actividades para JI; Biblioteca/Informática; Sala Polivalente; Cozinha e instalações acessórias; Áreas administrativas; Sala de Professores; Instalações Sanitárias; Espaços comuns e áreas de recreio coberto e descoberto.
A Estrutura será erguida junto à Escola Secundária de Montalegre. Trabalhos arrancam este Verão. Espera-se que o ano lectivo 2009/2010 (Jardins de Infância e Ensino Básico) já seja no novo espaço.
As previsões indicam que o novo Centro Escolar de Montalegre irá acolher 18 docentes, 23 não docentes e 6 espaços comuns. O pré-escolar terá capacidade para receber 150 alunos, 6 turmas e 6 salas ao passo que o 1.º Ciclo os números falam em 288 alunos, 12 turmas espalhadas por 12 salas.

4) Parque Nacional da Peneda-Gerês aderiu a rede das áreas naturais de excelência da Europa
O Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG) aderiu no final do passado mês de Junho à PAN Parks, uma rede que integra as áreas naturais mais importantes da Europa, o que lhe poderá valer um «incremento substancial» do afluxo de turistas estrangeiros
Com a certificação PAN Parks, é de esperar um incremento substancial do afluxo de turistas estrangeiros, nomeadamente do norte da Europa, pois irá permitir integrar o PNPG no roteiro dos grandes operadores turísticos especializados em turismo de natureza», explicou fonte do Ministério do Ambiente.
A PAN Parks é uma fundação sem fins lucrativos que visa a criação de uma rede de excelência, com as melhores áreas naturais da Europa, aumentando o seu conhecimento e ajudando a protegê-las.
A partir de agora, o PNPG passa a ser a primeira área natural ibérica a integrar a rede PAN Parks, mas o Parque Natural do Xurês, do lado espanhol, está também a estudar a possibilidade de se candidatar à mesma rede, o que iria permitir a criação do primeiro parque transfronteiriço certificado pela PAN Parks.
«A adesão do PNPG irá consolidar a estratégia de se manter uma zona de ambiente natural sem qualquer intervenção humana, a qual poderá ser um verdadeiro banco de ensaio para se testar a sucessão ecológica», sublinhou ainda a fonte do Ministério do Ambiente.
As áreas protegidas candidatas à certificação PAN Parks são sujeitas a um «rigoroso» processo de auditoria independente, onde são considerados vários critérios, como a qualidade do ambiente e dos valores naturais, a gestão da conservação da natureza e da biodiversidade, a gestão dos visitantes e o desenvolvimento do turismo sustentável.
Para poderem obter esta certificação, as áreas protegidas têm de cumprir vários requisitos, como possuírem uma área não inferior a 20.000 hectares, integrarem uma zona sem intervenção humana com uma área mínima de 10.000 hectares e disporem de um plano de gestão de visitantes.
O PNPG abrange os concelhos de Arcos de Valdevez, Montalegre, Ponte da Barca, Terras de Bouro e Melgaço, totalizando uma área de 70.290 hectares.
É a única área protegida nacional que possui a categoria de Parque Nacional, o nível mais elevado de classificação das áreas protegidas.

5) Encontro do Idoso do Concelho de Boticas 2008
O passado dia 29 de Junho, um Domingo, foi o dia escolhido para a realização do Encontro do Idoso do Concelho de Boticas 2008, que este ano se realizou pelo décimo segundo ano consecutivo, contando com a organização da Câmara Municipal de Boticas e o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Boticas, do agrupamento de Escuteiros 1148 e do núcleo local da Cruz Vermelha Portuguesa.
Num clima de verdadeira festa e coincidindo na data com as tradicionais festividades do S. Pedro, perto de mil e quinhentos idosos marcaram presença no Pavilhão Multiusos, num dia marcado pelo convívio, pelo reviver de velhos amigos e, claro está, pela festa que todos ajudaram a construir e que faz deste encontro um dos eventos de maior significado entre os muitos promovidos pela autarquia.
O programa comemorativo deste XII Encontro do Idoso do Concelho de Boticas arrancou com uma Missa Solene realizada no recinto e celebrada pelo Monsenhor Silvério Guimarães, pároco de Boticas, contando com a participação de todos os idosos e vivida dentro de um clima e ambiente próprios de uma eucaristia, ou seja, em silêncio e em reflexão.
Pouco depois de terminada a eucaristia foi servido o almoço a todos os presentes no Pavilhão Multiusos, altura aproveitada pelo Presidente da Câmara, Fernando Campos, para, um a um, cumprimentar pessoalmente todos os idosos e oferecer-lhe uma pequena lembrança alusiva a este dia, como todos os anos acontece, num gesto de carinho e atenção que os idosos tanto apreciam.
Ao início da tarde, e muito embora as altas temperaturas fossem pouco convidativas a grandes esforços, os idosos participaram num animado e muito concorrido baile, ao som das músicas populares levadas ao palco pelo agrupamento Duo Sol, um conjunto musical do concelho. No decorrer do baile, tempo ainda para a dona Almerinda Afonso, de Vilarinho Seco, subir ao palco e, ao jeito de "cantares à desgarrada", entoar algumas quadras construídas de improviso e alusivas a este dia de festa. Uma "actuação" ouvida atentamente e merecedora de rasgados aplausos.
Terminado o baile foi hora do regresso a casa, na certeza de que foi um dia bem passado e do agrado de todos os idosos.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?


Locations of visitors to this page Ponte Misarela