quarta-feira, abril 02, 2008

 

Destaque

Circo Mundial Passou Por Montalegre
No último fim-de-semana Montalegre recebeu a enorme caravana do Circo Mundial, que concebeu 3 espectáculos para miúdos e graúdos, dois no Sábado, tarde e noite, e um no Domingo à tarde. Considerado o segundo maior circo do país, foi a primeira vez que esteve em Montalegre a mostrar as suas especialidades, montando a tenda na zona industrial.
As principais especialidades deste circo giram à volta dos muitos animais que possui, e que o tornam quase um mini-zoo ambulante. Desde os 16 tigres amestrados, passando pelas gibóias, Leões, animais exótico, crocodilos, porcos e até um Hipopótamo amestrado o único no país. Claro que no espectáculo também não faltam os palhaços, sempre a principal alegria das crianças, os trapezistas, os equilibristas e malabaristas, e muita magia à mistura. Montalegre, por ser um espectáculo raro por estas bandas, aderiu bem, sobretudo na tarde de Domingo, apesar do preço, algo elevado, dos bilhetes (10 euros crianças e 15 adultos).
Este circo, propriedade do empresário e fundador Rui Mariani nasceu já no início dos anos 90 e tem percorrido Portugal de lés-a-lés além de outros espectáculos na vizinha Espanha. Filho de Mário Mariani e Odelinda Ferrani Mariani, que já eram artistas de circo, Rui Mariani que sempre viveu neste ambiente, começou também por ser artista, primeiro trapezista "voador" e depois domador de feras (actividade que ainda exerce hoje). Este circo tem vindo sempre a crescer. Tem cerca de 4 dezenas de artistas e 3 dezenas de assistentes como suporte (incluindo os técnicos de som, luzes, montagem, mecânicos e tratadores.) Os animais constituem uma forte fatia no património do Circo Mundial muito próxima dos 350 000 euros.
Uma das principais atracções, como já referimos é o Hipopótamo amestrado que é um grande comilão, que adora tomar banho na sua piscina privada que o Circo construiu para ele. Durante o seu número, este simpático animal come um melão inteiro num abrir e fechar de olhos, dança em cima de um tambor e abre a sua bocarra para agradecer os aplausos.
O circo é uma constante viagem sem destino, mas à procura da partilha da alegria, arte, solidariedade e fraternidade, construído um mundo de sonhos e esperanças a muitas crianças e a alguns adultos.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?


Locations of visitors to this page Ponte Misarela