quarta-feira, abril 09, 2008

 

Barroso em Resumo

1) Teatro de Rua em Gralhas
A Associação Recreativa e Cultural de Gralhas continua a mostrar-se muito dinâmica e a realizar inúmeras actividades. Uma das últimas ocorreu na tarde de sexta-feira "santa", dia 21 de Março, e consistiu na realização de um teatro de rua pelos jovens da aldeia e que procurou satirizar algumas das principais personagens desta aldeia barrosã.
As personagens principais foram o presidente da Junta, Salazar mandão, o Sr. Doutor (que apresentou o espectáculo), o padre, João Pedinchão, o presidente da antiga Associação Cultural de Gralhas, Sr. Janeiro que só quer dinheiro e o presidente da actual Associação, Barulhento que quer poleiro. O palco improvisado foi um reboque de um tractor.
A população aderiu em peso, e até apareceu a
TV Barroso, nesta que foi uma tarde bem passada, com muitas gargalhadas e diversão, demonstrando o sentido de humor dos habitantes de Gralhas.
Consta-se que alguns dos "visados" não terão achado assim tanta graça, mas foi uma iniciativa interessante e que merece aplausos.
A ARSC Gralhas promete mais actividades divertidas para os próximos tempos.

2) Queima do Judas
Realizou-se na noite do passado Sábado de Páscoa, dia 22, mais uma edição da "Queima do Judas", um concurso levado a cabo pela Divisão Sócio Cultural da Câmara Municipal de Montalegre. Nele voltaram a participar instituições, associações do concelho, bairros de Montalegre e até particulares, num evento que procura desafiar a criatividade e originalidade dos concorrentes e, ao mesmo tempo, incentivar o respeito pelo ambiente, uma vez que os Judas a concurso não podem conter materiais poluentes ou que não sejam bio degradáveis como plásticos, aerossóis, etc.
Ao todo concorreram mais de uma dezena de Judas, dos quais os 10 melhores tiveram direito a um prémio de 100 euros. O concurso começa habitualmente com a concentração e exposição ao fim da tarde no largo do Município, onde os populares podem escolher os seus favoritos e o jurí decidir os vencedores. Pelas 22 horas começa o desfile que passa pela rua Direita e termina no Terreiro do Açouge, junto ao castelo, onde a queima acontece. Este é o momento alto pois torna-se um espectáculo bonito de fogo, luz e calor, talvez o mais importante para as dezenas de pessoas que acorreram ao local na verdadeira noite de Inverno (sobretudo com muito frio) que se abateu sobre a vila de Montalegre. Para o ano os Judas prometem regressar.

3) Gravação da representação de algumas passagens do Auto da Paixão
Na sexta-feira santa as aldeias de Meixide e Vilar de Perdizes, do nosso concelho, serviram de palco para a gravação de alguns excertos do Auto da Paixão, levada a cabo por dois cineastas estrangeiros, amantes da nossa região e das suas tradições.
Os actores voltaram a ser as pessoas das referidas aldeias, encarnando as personagens principais das cenas dramáticas da paixão de Cristo. Em Meixide as gravações ocorreram de manhã, enquanto que em Vilar foram às 15 horas.
Espera-se que isto seja um bom prenúncio para o regresso em breve do famoso auto da paixão de Vilar de Perdizes, e que durante muitos anos atraiu milhares de pessoas a esta mítica aldeia barrosã.

4) Mini-férias da Páscoa em Montalegre
Um grupo de cerca de 90 jovens do Porto, estudantes do ensino secundário e universitário, escolheram o nosso concelho para passar uns dias nas férias da Páscoa, nomeadamente o fim-de-semana de "Ramos". Estes dias foram preenchido com muitas actividades de desporto de aventura e lazer com: escalada, slide, rapell em Penedones , Pitoes das Junias e Ponte da Misarela.Trata-se de uma iniciativa que acontece desde há 5 anos, e o balanço tem sido muito positivo, como referiu José Miguel Antunes da empresa organizadora destes encontros N´Aventura (sediada no concelho de Montalegre).
Além de alunos este evento ainda trouxe alguns professores a acompanhar o grupo como o professor Delminto, de Geologia, que realçou a diversidade de espécies e a preservação do espaço como um dos factores que atraem só por si, o interesse das pessoas.
A próxima actividade, já está agendada e vai ter lugar no Verão, com várias outras ofertas ligadas aos desportos aquáticos, e centradas essencialmente na albufeira dos Pisoes.

5) Em Boticas: Idosos vão ter apoio para melhorarem as suas casas
A Câmara Municipal de Boticas, representada pelo seu Presidente, Fernando Campos, assinou no passado dia 14 de Março com o Ministério da Solidariedade um protocolo tendo em vista a implementação do Programa de Conforto Habitacional para Idosos (PCHI) no concelho de Boticas, que permitirá a realização de obras de remodelação e melhoramento em casas de idosos no concelho, para prevenir a sua dependência.
A assinatura deste protocolo teve lugar no Governo Civil de Vila Real e contou com a presença do Ministro do trabalho e Segurança Social, Vieira da Silva, e do Secretário de Estado da Segurança Social, Pedro Marques.
Este programa foi lançado há um ano, abrangendo os municípios dos distritos de Bragança, Beja e Guarda, estendendo-se em 2008 aos distritos de Vila Real, Portalegre e Castelo Branco.
O PCHI visa prevenir a dependência e institucionalização dos cidadãos mais idosos através da qualificação das suas habitações, e é financiado com verbas provenientes dos jogos sociais atribuídos ao Ministérios do Trabalho e Segurança Social. Através do Instituto de Segurança Social, o Estado disponibiliza 3.500 euros para os trabalhos efectuados em cada habitação.
Na mesma cerimónia, Fernando Campos, agora na qualidade de Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Boticas, assinou também o contrato de comparticipação financeira para a construção da Residência Autónoma, financiada no âmbito do Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais (PARES).
Esta obra, cujo valor da candidatura ascende a 120.600 euros, terá a comparticipação de 88.450 euros do Programa Pares.

6) Em Cerdedo – Morto pelos próprios primos?
Ao final da tarde do passado dia 19 de Março, terça-feira, a GNR de Boticas foi chamada a Cerdedo, aldeia do concelho, para tomar conta da ocorrência da morte de um homem de 50 anos, solteiro, que alegadamente terá sido morto por dois primos após uma briga com um deles ao final da tarde de segunda-feira, tendo sido encontrado mesmo ao lado do quintal dos referidos familiares. Ainda foram accionados os meios de salvamento rápido (INEM e VMER) mas confirmou-se que o corpo do senhor já estava cadáver.
Na aldeia apregoa-se que a história destes primos sempre foi um bocado violenta e já era mais ou menos esperado o sucedido. Terá sido mesmo um dos irmãos que terá confessado no café da aldeia a façanha, o que terá levado alguns populares, ainda desconfiados, ao local do crime (uma casa um pouco desviada do centro da aldeia) e mais tarde a chamarem as autoridades.
Perante a GNR os irmãos terão contado como tudo se passou, afirmando um deles, o Salvador, que lhe terá dado com um ferro na cabeça ao primo Domingos, enquanto este se envolvia em agressões físicas com o seu irmão. Os dois irmãos alegam que o seu primo era uma constante ameaça e que por várias vezes os terá agredido e ameaçado com armas, para estes lhe garantirem comida e guarida. Desta vez não terão aguentado e a briga acabou por ser trágica. Também na aldeia alguns populares teriam razões de queixa do falecido, conhecido pelo "Penato", por pequenos furtos, sobretudo depois da morte da sua mãe.
O Tribunal de Boticas já ouviu os irmãos e aplicou prisão preventiva ao autor confesso, enquanto o seu irmão aguardará o julgamento em liberdade condicional.

7) Consultas de cessação tabágica disponíveis em todos os centros de saúde
Os 16 centros de saúde do distrito de Vila Real devem dispor, até ao final do mês que termina agora, de consultas de cessação tabágica para apoiar os fumadores que pretendem abandonar este vício.
O coordenador da Subregião de Saúde de Vila Real, José Maria Andrade, disse à agência Lusa que, actualmente, são cerca de 100 os utentes do distrito que estão a usufruir do Programa de Prevenção e Tratamento do Tabagismo, que a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS/Norte) começou a implementar em 2006.
A consulta de cessação tabágica foi iniciada, já no decorrer de 2008, nas unidades de Chaves 1 e 2, Mesão Frio, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião e Vila Real 1 e 2.
De acordo com o responsável, os restantes oito centros de saúde - Murça, Montalegre, Boticas, Santa Marta de Penaguião, Alijó, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar - deverão dar início a esta consulta até ao final de Março.
O coordenador disse ainda que a consulta de cessação tabágica envolve 40 profissionais da Subregião de Saúde de Vila Real.
Esta consulta fica disponível no distrito, mais de dois meses depois da entrada em vigor da nova lei do tabaco, que se estima que esteja a levar mais fumadores a procurarem ajuda para abandonar o vício.
Para ter acesso a este serviço, a primeira iniciativa que o utente tem a fazer é procurar o seu médico de família.
A Organização Mundial de Saúde considera o tabagismo como a principal causa de morte evitável em todo o mundo, estimando que um terço da população mundial seja fumadora.
No continente europeu, as estatísticas indicam que morrem por ano, em média, cerca de 700 mil pessoas devido a doenças relacionadas com o tabaco.
Segundo dados recentes, quase 90 por cento dos casos de cancro do pulmão nunca existiriam se as pessoas nunca tivessem fumado.Por outro lado, as estatísticas indicam que o consumo de tabaco é responsável por 11,7 por cento das mortes em Portugal. (notícia agência lusa).

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?


Locations of visitors to this page Ponte Misarela