quarta-feira, janeiro 23, 2008

 

Destaque 3

D. Amândio Tomás, Bispo Coadjutor de Vila Real

No passado dia 8 de Janeiro que Vila Real foi nomeado como novo Bispo Coadjutor de Vila Real, o senhor D. Amândio José Tomás. Esta nomeação surgiu a pedido do próprio Bispo Joaquim Gonçalves que há vários meses se encontra impossibilitado de exercer a sua função na totalidade por causa de uma doença cardíaca grave.
O Bispo Coadjutor tem as funções de auxiliar o Bispo diocesano e suceder-lhe-á no governo da diocese. D. Amândio Tomás será o quinto bispo da Diocese e, nessa qualidade, o primeiro natural da mesma já que nasceu no concelho de Chaves, em Cimo de Vila da Castanheira, em 23/4/1943, filho de João dos Reis Tomás (já falecido) e de Esperança Maria Tomás, sendo o mais velho de uma família de cinco irmãos. De 1955 a 1967 frequentou e concluiu os estudos de Humanidades, Filosofia e Teologia no Seminário diocesano de Vila Real e foi ordenado presbítero em 15/8/1967. Enviado para Roma a fim de prosseguir os estudos teológicos na Universidade Gregoriana, aí obteve em 1969 a licenciatura em Teologia Dogmática. Regressado a Portugal, leccionou teologia no Seminário de Lamego, foi Director Espiritual do Seminário de Vila Real e professor de Moral no Liceu Camilo Castelo Branco; leccionou teologia no Seminário Maior do Porto e ICHT (Instituto de Ciências Humanas e Teológicas) de 1971 a 1976. Nesse ano voltou para Roma para frequentar o Pontifício Instituto Bíblico, tendo-se licenciado em Ciências Bíblicas em 1980. Nesse ano foi nomeado Vice-Reitor do Pontifício Colégio Português, passando a Reitor em 1982, cargo que exerceu até 2001. Em Outubro de 2001 foi eleito Bispo Auxiliar de Évora e ordenado na festa da Epifania do ano 2002, na Basílica de S. Pedro, pelo Papa João Paulo II. Depois destes anos de trabalho generoso em Évora é agora transferido para Vila Real como Bispo Coadjutor
N.R. Entretanto chegou-nos a nossa redacção uma nota da Diocese de Vila Real a informar que D. Joaquim Gonçalves foi submetido à aguardada intervenção cirúrgica de transplante cardíaco, nos hospitais de Coimbra, na noite de 12 para 13 de Janeiro e com sucesso. De tal forma já terá tomado o pequeno-almoço de dia 14 pela sua própria mão. No entanto a mesma nota salienta a dificuldade do período pós-operatório deste tipo de cirurgia e pede a todos os cristãos e amigos do senhor Bispo para continuarem a enlevar as suas preces pela sua completa recuperação.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?


Locations of visitors to this page Ponte Misarela